Poema

Haikai ao Luar

Na lua cheia
Casinha de pescador
Ondas vem e vão

Assoma à porta
Homem rude a olhar
Barco vai ao mar

Long’em alto mar
Joga rede a sonhar
Tempo de passar

Clara ao luar
Casinha de pescador
Pequena n’olhar

Rez’a São Pedro
Puxando rede do mar
Lágrimas n’olhar

Um, dois, três e mil
Peixes na rede estão
Pratas ao luar

Puxa âncora
Barco volta do mar
Beijo de mulher

Lua já sumiu
Casinha de pescador
Brilha o amor.