Poema

Kalu

 

 

 

Eram duas estrelas
Uma do céu
Uma do mar
Que na areia se amavam

O mar ciumento chegou
Galopando em suas vagas
Separou
Quem na areia se amava

Nunca mais!
Nunca mais!
O mar rugindo espumava.