Poema

Kalu

 

 

 

Eram duas estrelas
Uma do céu
Uma do mar
Que na areia se amavam

O mar ciumento chegou
Galopando em suas vagas
Separou
Quem na areia se amava

Nunca mais!
Nunca mais!
O mar rugindo espumava.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s